Surfe: Novos horizontes

Surfe moderno abre novas fronteiras para as fábricas de pranchas.

Está claro que os shapers nunca tiveram tantas encomendas de pranchas para tantos tipos de ondas e maneiras de surfar diferentes. Isso é muito bom para manter e desenvolver a indústria da qual sempre e tanto dependemos.

Há um tempo o SUP deu um levante nas fábricas com uma inundação de pedidos. O melhor dessa conta é que esse tipo de prancha, mais caras do que uma pranchinha, salvou a saúde de muitos fabricantes num momento esquisito da economia. Ok, a economia continua esquisita. Mas a verdade é que a diversidade de pranchas usadas em nossas ondas injetou combustível nas fábricas de pranchas e equipamentos.

Além da diversidade de pranchas para ondas do dia a dia, surgiu um mercado crescente de pranchas para ondas grandes e imensas. Sim, sempre houve, mas agora está bombando mais do que nunca. Uma nova classe de big riders está ajudando o mercado a desenvolver pranchas grandes cada vez melhores. Repito, sei que sempre houve gente dropando ondas grandes, mas depois que o tow-in ajudou a atingir outro patamar, o surfe em ondas grandes se tonou um clube maior. O crowd das últimas ondulações que quebraram no Cardoso, Waimea ou Jaws mostrou bem isso.

Não sei se a equação fecha desse jeito, mas o certo seria que essas pranchas de ondas grandes ou gigantes tivessem um preço proporcional não só ao material usado nelas, e sim pela responsabilidade do shaper ao criar esses veículos. Poder confiar em seu equipamento em ondas de responsa é essencial. Pergunte para qualquer big rider minimamente sério.

No embalo das mudanças, há um novo universo se abrindo. Foilboard. Claro que as “quilhas” dessas pranchas podem nem passar pela indústria das pranchas de surfe, mas as pranchas, em boa parte, sim. Elas têm quase a mesma lógica comercial das pranchas de kitesurf. Parecem normais, mas nem sempre são. Por isso, podem custar mais caro.

Onde isso tudo vai dar? Não sei exatamente, mas espero que a indústria das pranchas e equipamentos continue crescendo e se desenvolvendo, para felicidade geral do nosso universo surfe.

Fonte: Waves

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *