The Board Trader Show – Negócios com hora marcada

The Board Trader Show 2017 terá horários exclusivos para lojistas.

Maior encontro do surfe nacional, a The Board Trader Show, em sua segunda edição, terá horários definidos para seus negócios. Segundo Claudio Martins de Andrade, o “Claudjones”, a programação, durante os três dias de evento, em 2017, terá um horário especial.

Das 10 às 14 horas, a TBTS abrirá só para lojistas e outros profissionais do setor. A partir das 14 horas, o público em geral terá acesso à The Board Trader Show, que neste ano terá pranchas, roupas de borracha e equipamentos com preços bem diferenciados.

1277x852

Na parte da tarde, toda a atenção dos expositores, como Avelino Bastos, da Tropical Brasil, estará voltada a esclarecer detalhes, curiosidades e fornecer informações sobre pranchas e equipamentos para quem gosta disso tudo. Foto: Divulgação.

Sem misturar as estações

Portanto, entre os dias 28 e 30 de setembro, na parte da manhã, os expositores terão oportunidade de conversar e apresentar seus produtos exclusivamente às pessoas que os negociam com o público final, os lojistas.

A The Board Trader Show tornou-se o ambiente perfeito para que esse importante elo da cadeia de negócios tenha contato direto, num mesmo lugar, com o que há de mais moderno e interessante no universo dos board sports. Em 2016, muitos negócios foram fechados, abrindo novas oportunidades para todos, desde os fornecedores de matéria-prima e fabricantes até os clientes finais.

1283x810

Com a mudança de cronograma, toda a programação de eventos paralelos acontecerá depois das 14 horas. O “Masters of Shape”, sucesso em 2016, é um exemplo. Foto: Divulgação.

Já na parte da tarde, o público da The Board Trader Show 2017 poderá conversar com shapers, laminadores, fabricantes, fornecedores e formadores de opinião com muito mais tranquilidade. Ou seja, a atenção dos expositores estará focada de melhor maneira para atender às demandas desses dois importantes componentes do mercado: lojistas e consumidor final.

Muita coisa positiva aconteceu, durante e depois da TBTS, em 2016, na direção de um maior crescimento do mercado. Parcerias surgiram, pranchas e equipamentos ganharam novos distribuidores, além, obviamente, de toda a troca de informação que nos leva a novas formas de negócios, novos materiais, novos tipos de construção e, uma das coisas mais importantes desse evento, a informação e experiência obtidas por um público realmente interessado pelo universo dos board sports.

Falando em negócios, vale lembrar que muitas pranchas de surfe, SUP, skate, kite, tow in, bodyboard, wake e wind, e seus equipamentos (foils, wetsuits, UVs, sportcams, capacetes, coletes, trapézios, capas, decks, remos, parafinas, cordinhas, racks, jets, quilhas, pés de pato e outros) estarão com preços muito especiais para o público.

Fonte: Waves

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *