Posts

BMW M2 Coupé 2018 chega ao Brasil com novo visual e mais equipado

Coupé já está sendo vendido no País com preço sugerido de R$ 404.950

O BMW M2 Coupé chega à linha 2018 ainda mais conectado e com novo visual, mas sem muito impacto nas mudanças. Entre as principais novidades do modelo, que está disponível nas concessionárias autorizadas BMW, com preço sugerido de R$ 404.950, destacam-se o novo desenho do conjunto óptico e a inclusão de faróis com tecnologia Full-LED. O modelo é equipado com o já conhecido motor 3.0 turbo de seis cilindros, que entrega 370 cv de potência e 51 kgfm de torque.

As lâmpadas Bi-Xênon, de formas circulares e que equipavam o BMW M2 Coupé anterior, deram lugar a novos projetores Full-LED adaptativos e de contornos hexagonais no novíssimo M2 Coupé 2018. As lanternas, por sua vez, passam a exibir mais recortes internos e de perfil alongado.

Tanto os faróis quanto as lanternas trazem novas máscaras escurecidas, proporcionando uma aparência mais densa e provocativa, ao mesmo tempo que ressaltam a luminosidade da dupla auréola das lâmpadas de LED, a já distinta assinatura de design da BMW, garantindo brilho mais nítido e intenso quando elas estão acesas.

Assim como a parte externa, o interior do novo BMW M2 Coupé 2018 também recebeu aprimoramentos no visual e nos acabamentos. O painel, por exemplo, ostenta novo desenho – com destaque para os apliques em fibra de carbono na parte central, material presente também na moldura das saídas centrais de ventilação e na base do BMW iDrive trouch Controller – e guarnições de alumínio acetinado ao redor dos botões dos sistemas de áudio e climatização.

Equipamentos

O novo BMW M2 Coupé 2018 traz uma ampla lista de equipamentos de série voltada para proporcionar a máxima esportividade aliada à sofisticação e ao conforto de alto nível. Entre os principais itens deste pacote destacam-se rodas de liga leve aro 19 polegadas M Double-spoke, transmissão automatizada com alavancas (paddle shifts) atrás do volante para troca de marchas e bancos dianteiros esportivos com ajustes elétricos e função memória.

E ainda: ar condicionado automático digital dual zone, controle de cruzeiro com função freio, câmera de ré e sistema de som Harman Kardon, com amplificador de 360 W, instalado no porta-malas, e mais 16 alto falantes.

O novo BMW M2 Coupé 2018 é dotado de tecnologia voltada à conectividade. Ela agrega, entre outros dispositivos, Sistema de Navegação Professional com iDrive Touch Controller, com HD de capacidade para 20 Gb de armazenamento, tela de alta resolução com 8,8 polegadas, e seletor sensível ao toque e apto a reconhecer letras e sinais.

Assim como outros modelos da BMW, o M2 Coupé incorpora o ConnectedDrive, um conjunto de funcionalidades acessível por meio de um SIM Card – o mesmo utilizado em telefones celulares – conectado à internet.

Esta tecnologia permite obter informações sobre condições de trânsito em tempo real, serviço de alerta de manutenção de componentes (Teleservices), serviços de Concierge, como reservas de hotéis, cotações de moedas e recomendações sobre restaurantes; e Chamada de Emergência Inteligente.

Outra função adicional ao amplo cardápio de recursos disponíveis na linha 2018 do BMW M2 Coupé é a preparação para Apple Car Play. Por meio dele, o usuário pode transferir a interface de algumas funcionalidades do iPhone para o sistema de infotainment do veículo com a ajuda de conexão sem fio (wireless).

O BMW M2 Coupé 2018 esconde sob o capô o motor de seis cilindros em linha e 2.979 cm³, a gasolina,  que integra  tecnologia M TwinPower Turbo, desenvolvida pela BMW M, e que inclui sistema Valvetronic, com dois turbo compressores monoscroll de peso otimizado e sistema de refrigeração.

Este conjunto é capaz de entregar 370 cv de potência, a partir de 6.500 rpm, e torque de 465 Nm (500 Nm, com Overboost), entre 1.400 e 5.560 rpm, e está acoplado a um câmbio automatizado esportivo DKG, de sete marchas com M Drivelogic, e tração traseira. O conjunto motriz faz com que o cupê acelere de 0 (zero) a 100 km/h em apenas 4,3 segundos e atinja 270 km/h de velocidade máxima (com pacote M Driver).

Cores e revestimentos

A linha 2018 do BMW M2 Coupé é oferecida em quatro opções de pintura externa, sendo uma sólida (Branco Alpino) e mais três metálicas (Preto Safira, Cinza Mineral e Azul Long Beach). Internamente, os bancos contam com revestimento de couro Dakota com costuras em azul.

Salão Duas Rodas: BMW lança supermoto de R$ 490 mil e 2º modelo de baixa cilindrada

BMW HP4 Race terá 750 unidades em todo o mundo – 5 delas para o Brasil. Outro destaque da marca no evento é a G 310 GS, versão aventureira da G 310 R.

Moto BMW de 215 cavalos será lançada no Salão Duas Rodas 2017

Feita para as pistas, a HP4 Race é restrita a 750 unidades em todo o mundo.

 A BMW revelou uma de suas atrações para o Salão Duas Rodas 2017, que acontece em São Paulo, de 14 a 19 de novembro. O modelo inédito será a HP4 Race, moto desenvolvida para rodar nas pistas, e que tem 215 cavalos de potência.

Ainda sem preço definido, a esportiva terá apenas 750 unidades produzidas e em um processo artesanal de montagem. Apesar de ter sua origem na moto de rua S 1000 RR, a HP4 Race teve muitas alterações, inclusive, adotou chassi de fibra de carbono que pesa apenas 7,8 kg.

BMW HP4 Race (Foto: Divulgação)BMW HP4 Race (Foto: Divulgação)

BMW HP4 Race (Foto: Divulgação)

Todo o seu conjunto tem apenas 171 kg, em ordem de marcha, e até as rodas são de fibra de carbono, o que possibilita uma redução de peso de 30% em comparação a rodas forjadas em liga-leve.

Seu motor de 4 cilindros e 999 atende as especificações do Mundial de Superbike e alcança a potência máxima a 13.900 rpm, enquanto o pico de torque, de 120Nm, aparece aos 10.000 rpm.

BMW HP4 Race (Foto: Divulgação)BMW HP4 Race (Foto: Divulgação)

BMW HP4 Race (Foto: Divulgação)

As suspensões tambem são de competição, com garfos invertidos FGR 300 e amortecedores TTX 36 GP, ambos componentes fabricados pela sueca Öhlins e também usadas na MotoGP, no Campeonato Mundial de Superbike.

Para frenagem, a HP4 usa O sistema de freios, por sua vez, usa discos duplos de aço de 320 milímetros de diâmetro e 6,75 mm de espessura; pistões revestidos de titânio; e pinças de alumínio monobloco Brembo GP4 PR, com superfície niquelada. A moto conta com assistência de freio motor, com até 15 níveis de atuação, e sistemas eletrônicos de controle e assistência.

Serviço

Salão Duas Rodas 2017:

  • 13 de novembro – Avant Première: 18h às 23h (somente para convidados)
  • De 14 a 19 de novembro (terça-feira a sábado): 14h às 22h.
  • Dia 19 de novembro (domingo): 11h às 19h, com entrada até às 17h.
  • São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – São Paulo/SP).

Fonte: G1

BMW revela HP4 Race: esportiva de 80.000 euros

Modelo exclusivo terá motor de 215 cv, quadro de fibra de carbono e produção limitada a 750 unidades

BMW Motorrad apresentou a versão final da exclusiva HP4 Race no Salão de Xangai, na China, na semana passada. A superesportiva é, na verdade, uma versão high performance (daí o nome HP4) da S 1000RR, porém somente para o uso em pistas. Entre os principais diferenciais da versão estão seu quadro em fibra de carbono e o motor “preparado”.

Com as mudanças, na HP4 o propulsor de quatro cilindros em linha e 999 cm³ oferece nada menos do que 215 cv de potência máxima a 13.900 rpm. Tudo isso para “empurrar” somente 171 kg da esportiva já abastecida e com fluidos. Para conseguir uma moto tão leve, a marca alemã investiu em materiais nobres, como a fibra de carbono, utilizada em componentes vitais da HP4 como o quadro (que pesa somente 7,8 kg) e também nas rodas, além da carenagem.

A nova superesportiva alemã terá sua produção limitada a apenas 750 unidades. Além das poucas unidades, outro fator que fará da HP4 Race uma moto exclusiva é seu preço: 80.000 Euros, cerca de R$ 270.000.

McLaren e BMW juntos em sistema de combustão

Os dois construtores desenvolverão uma nova tecnologia de combustão para motores de alta cilindrada, visando reduzir as emissões de CO2.

A McLaren e a BMW anunciaram o desenvolvimento conjunto de uma nova tecnologia de combustão para motores de alta cilindrada de nova geração, com o objetivo de reduzir as emissões de CO2, sem que isso comprometa o aumento do débito de potência. Citando fontes da marca britânica, a Autocar avança que este sistema será implementado em 2020 num novo modelo da McLaren. Esta tecnologia será também utilizada em modelos da marca bávara.

O projeto, que será conduzido pela McLaren, envolve ainda, além da BMW, o habitual parceiro da marca britânica para o fabrico de motores, a Ricardo, a Grainger and Worrall, que ficará responsável pelo fabrico de moldes mais leves, a Lentus Composites, especialista em materiais compósitos, e a Universidade de Bath (no Reino Unido) que contribuirá com o know-how em pesquisa e desenvolvimento de sistemas mais eficientes de motores de combustão interna.

O custo total do projeto deverá superar os 32 milhões de euros, sendo que metade desse valor é financiado pelo governo britânico.

Fonte: Auto Hoje