Projeto AEGIR, um sonho realizado!

Hoje, a equipe AEGIR tem o apoio da universidade, pois o que era ideia de um trio de amigos está para se tornar um projeto de extensão universitária.

O Projeto Aegir é uma criação de 3 acadêmicos: Renan, Ana e Diego. Durante o 2º período do curso de Construção Naval, na Univali – Itajaí. Os estudantes queriam algo a mais, algo diferente, algo que permitisse aplicar o aprendizado em sala de aula para, se possível, chegar com uma preparação melhor no mercado de trabalho.

Os três jovens descobriram o DUNA – Desafio Universitário de Nautimodelismo, que ocorre anualmente em Joinville. Buscaram informações, levantaram as possibilidades e começaram a sonhar. Conversaram com amigos que também se apaixonaram pela ideia e pediram para integrar o time que nem nome tinha.

Foram realizadas pesquisas de nomes até chegarem ao nome AEGIR, Deus nórdico dos mares. Diego desenvolveu a logo e assim surgiu a equipe. O evento DUNA é para nautimodelos rebocadores e, como qualquer evento, possui diversas regras. Com limitações de comprimento, largura, peso mínimo, motores e baterias. O projeto iniciou com vários esboços do Aegir, respeitando tais regras. A ideia principal era juntar um casco esportivo para proporcionar menor resistência e um convés próximo ao formato real de um rebocador.

A equipe não tinham apoio da faculdade, então buscaram um professor que pudesse assinar pela equipe frente a universidade afim de obter a autorização de uso do LACON – Laboratório de Construção Naval. Entraram em contato com o Prof Jhonatan, que apoiou e se apaixonou pela ideia, pelo projeto e pela equipe. Através do dele, a SC Compósitos – Fibras e Resinas entrou em nossa história. “Ainda não tínhamos definido qual seria o material que usaríamos para fabricar nosso rebocador, mas como a área do Prof Johnatan é compósito, então unimos o útil ao agradável e assim definimos que o Aegir seria de fibra”, relatou Diego.

Jhonatan entrou em contato com o pessoal da SC Compósitos – Fibras e Resinas, que apoiou o projeto AEGIR.

O primeiro barco, o 2016, não obteve um bom resultado na competição, porém foi alcançado os objetivos iniciais: um grande aprendizado que ultrapassou as fronteiras da sala de aula.

Hoje, a equipe tem o apoio da universidade, pois o que era ideia de um trio de amigos está para se tornar um projeto de extensão da universidade.  A equipe não tinha apoio de nada nem ninguém, hoje possuem o apoio do corpo de docentes juntamente com a coordenação do curso, de empresas do setor náutico/naval como a SC Compósitos – Fibras e Resinas. A equipe já está preparando novos projetos para 2017. Esse ano irão competir por resultados no DUNA.

Por: SC Compósitos – Fibras e Resinas

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *