Parrish Byrne – Shaper visita o Brasil

Shaper australiano Parrish Byrne, filho do lendário Phill Byrne, visita o Brasil e produz série limitada de pranchas em Ubatuba.

O shaper australiano Parrish Byrne, filho do lendário shaper Phill Byrne, esteve no Brasil recentemente para acompanhar seus atletas e produzir uma série limitada de pranchas.

Parrish faz parte da nova geração de uma das famílias mais influentes no surfe australiano. Seu pai, Phill Byrne, foi um dos mais importantes shapers das décadas de 80 e 90, e, além de dois títulos mundiais com Tom Carroll, fez pranchas para Rob Page (campeão do Pipe Masters), Jeff Booth, Todd Prestage, Phill McDonald e Owen Wright, todos integrantes do CT.

Além do seu pai, outro surfista da família é seu tio Chris Critter Byrne, que foi integrante do CT e chegou a ser número 4 do mundo. Devido a uma contusão sofrida aqui no Brasil, ele nunca mais competiu.

Parrish foi competidor desde os 12 anos de idade e de 2005 a 2011 competiu no circuito QS. No seu último ano, competiu usando as suas próprias pranchas, mas na temporada seguinte abandonou a carreira de competidor e focou na fabricação de pranchas.

Atualmente, Parrish está realizando um trabalho com Wiggolly Dantas, que vem dando bons frutos. Em Bells Beach e Saquarema, ele alcançou a nona colocação com boas apresentações, e na terceira fase em Saquarema somou notas 9.00 e 9.27.

Além de Wiggolly, Parrish está fazendo pranchas para Weslley Dantas, Dean Bowen, Luke Wrice e Tyler Wright.

Um dos diferenciais de suas pranchas é a tecnologia, que torna o equipamento muito mais resistente.
O shaper produziu uma série na fábrica de pranchas Dantas. Os interessados podem obter mais informações com Wellington Carane pelo telefone (0xx12) 98843-3948 ou pelo email wellingtonsurf@gmail.com .

Além das pranchas Byrne, a fábrica trabalha com as marcas Cordell, DG e Dantas. A empresa está localizada na Rua das Begônias, 141, Jd. Carolina, Ubatuba (SP), ao lado da fábrica de doces Tachão.

Fonte: Waves

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *